CALENDÁRIO JUDAICO

Sistema de divisão do tempo do ano civil. Os 12 meses do ano judaico iniciavam com a lua nova e seguiam assim:
1) abibe (Êx 13.4) ou nisã (Ne 2.1), de meados de março a meados de abril - 30 dias;
2) zive (1Rs 6.1), abril-maio - 29 dias;
3) sivã (Et 8.9), maio-junho - 30 dias;
4) tamuz, junho-julho - 29 dias;
5) abe, julho-agosto - 30 dias;
6) elul (Ne 6.15), agosto-setembro - 29 dias;
7) etanim ou tisri (1Rs 8.2), setembro-outubro - 30 dias;
8) bul ou marquesvã (1Rs 6.38), outubro-novembro - 29 ou 30 dias;
9) quisleu (Ne 1.1), novembro-dezembro - 29 ou 30 dias;
10) tebete (Et 2.16), dezembro-janeiro - 29 dias;
11) sebate (Zc 1.7), janeiro-fevereiro - 30 dias;
12) adar (Ed 6.15), fevereiro-março - 29 ou 30 dias. Destes, apenas tamuz (junho-julho) e abe (julho-agosto) não são mencionados na Bíblia.

Mês de Adar II - março-abril - 29 dias

Este mês é acrescido ao calendário judaico, a cada 3 anos, para compensar a diferença de dias entre o calendário lunar (geralmente composto de 354 dias) e o calendário solar (365 dias).